Nutricionista: uma profissão que nutre a vida

 

Por: Denise Rosa, Greice Reis e Camila Pereira

 

Hoje são 31 de Agosto, DIA DO NUTRICIONISTA!

O nutricionista é um profissional com formação generalista, humanista e crítica. Ele deve ser capacitado a atuar, visando à segurança alimentar e a atenção dietética, em todas as áreas do conhecimento em que alimentação e nutrição se apresentem fundamentais para a promoção, manutenção e recuperação da saúde e para a prevenção de doenças de indivíduos ou grupos populacionais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida, pautado em princípios éticos, com reflexão sobre a realidade econômica, política, social e cultural. Podemos atuar na atenção à saúde, na liderança, na administração e gerenciamento e na educação permanente.

QNutri

Podemos observar na imagem, alguns dos campos mais comuns da atuação do nutricionista. Muitos deles podem se desdobrar em outras atuações e estas em outras, tornando a profissão mais dinâmica. Por exemplo: na Educação Nutricional podemos observar o ‘profissional diet’, atuação nova para o nutricionista onde as compras e as escolhas alimentares do indivíduo são orientadas pelo nutricionista buscando a prevenção de agravos à saúde e uma melhor qualidade na alimentação. Já na Clínica podemos observar o crescimento da Fitoterapia e dos Alimentos Funcionais.

Nas diretrizes curriculares dos cursos de graduação em Nutrição são obrigatórios somente os estágios curriculares em três grandes áreas de atuação profissional: Saúde Coletiva, Serviços de Alimentação e Clínica. Abordaremos um pouco de cada uma agora.

GleiceN Reis

Nutri Greice Reis

Saúde Coletiva: Este campo da nutrição, também denominado de nutrição em saúde pública, objetiva principalmente a criação de ações de alimentação e nutrição nos ciclos da vida, abarcando também as diversas enfermidades que podem estar presente nesses ciclos. A atuação do nutricionista na atenção primária seja nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Núcleos de Apoio a Saúde da Família (NASF) e Estratégias de Saúde a Família (ESF), consolidada no conhecimento da epidemiologia local, visa na criação de ações de educação nutricional, atendimentos individuais ou à famílias e comunidades. Sempre levando em consideração o contexto social da população para que venha atender de forma harmônica às demandas apresentadas e consequentemente melhorar a qualidade de vida destes promovendo sempre a alimentação saudável e fortalecendo o princípio do Direito Humano à Alimentação Adequada e da Segurança Alimentar e Nutricional. No entanto, vale salientar que a falta de investimentos financeiros na saúde pública enfraquece o padrão de atendimento devido a falta de instrumentos que auxiliam o profissional de saúde, gerando ao usuário, que na maioria das vezes são indivíduos de baixa renda, uma assistência de baixa qualidade.

Serviços de Alimentação: O nutricionista atua no planejamento e no controle da qualidade de refeições, no treinamento de funcionários, na administração de custos e no desenvolvimento de documentos. Esse profissional também deve assumir a responsabilidade técnica, supervisionar e avaliar os serviços prestados por unidade de alimentação e nutrição. Os locais de atuação do nutricionista de Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN) são dentre restaurantes comerciais, merenda escolar, refeições congeladas, indústrias, refeições em navios e aviões, cozinhas hospitalares e de instituições de longa permanência, tudo que envolva o alimento como o todo até o seu produto final, para a comercialização aos clientes. Nesses locais, o nutricionista é responsável por: elaborar lista de compras; planejar o cardápio; supervisionar a produção de refeições, bem como a adequação das instalações físicas; realizar treinamentos com os funcionários; implantar Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs), Manual de Boas Práticas e métodos de controle de qualidade de alimentos; implantar, coordenar e supervisionar as atividades de higienização da UAN; promover programas de educação alimentar e nutricional para clientes; entre diversas outras atividades. Esses documentos são específicos para cada local, já que cada um tem as suas características e particularidades, de forma que o nutricionista é quem realiza o “diagnóstico” e a implantação desses instrumentos para que sejam seguidos na Unidade e garantam uma produção adequada. Desta forma, é importante que toda UAN conte com um nutricionista, para garantir uma produção adequada – tanto no sentido higiênico-sanitário, quanto na qualidade nutricional e na redução de desperdícios.

Nutri Camila Pereira

Nutri Camila Pereira

Clínica: esta é considerada a área mais antiga da nutrição e compete ao nutricionista prestar assistência dietética e promover educação nutricional a indivíduos, sadios ou enfermos, em nível hospitalar, ambulatorial, domiciliar e em consultórios de nutrição e dietética, visando à promoção, manutenção e recuperação da saúde. Aqui o nutricionista deve definir, planejar, organizar, supervisionar e avaliar as atividades de assistência nutricional aos clientes/pacientes, segundo níveis de atendimento em Nutrição; Elaborar o diagnóstico nutricional, com base nos dados clínicos, bioquímicos, antropométricos e dietéticos; Elaborar a prescrição dietética, com base nas diretrizes do diagnóstico nutricional; Registrar, em prontuário do cliente/paciente, a prescrição dietética e a evolução nutricional, de acordo com protocolos pré-estabelecidos pelo Serviço e aprovado pela Instituição; Determinar e dar a alta nutricional; Orientar e supervisionar a distribuição e administração de dietas; Integrar a EMTN (Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional), conforme legislação em vigor.

É claro que temos que ter em vista que ao longo do tempo e com o avanço das tecnologias o exercício da profissão tem ganhado novos horizontes, e cada vez mais é possível ver diferentes campos de atuação específicos para uma formação antes tão generalista.

Para exercer a profissão de nutricionista, o profissional deve ter diploma expedido por escolas de graduação em Nutrição, oficiais ou reconhecidas, devidamente registrado no órgão competente do Ministério da Educação; deve ainda estar regularmente inscrito no Conselho Regional de Nutricionistas (CRN) da sua respectiva jurisdição. Ou seja, graduado e com CRN, senão não é nutricionista!

Deixo a todos os nutricionistas as felicitações que cabem a este dia e que a nossa profissão possa viver a sua plenitude e vencer todas as suas batalhas.

Denise Rosa

Denise Rosa – Graduanda em Nutrição

Comentarios do Facebook

Website Comments

  1. Barbara Santana
    Responder

    Assim como a psicologia faz uma analise da mente e comportamento de cada individuo, a nutrição faz frente a analise alimentar saudável, tanto para uma vida melhor quanto ao tratamento de uma enfermidade, ambos cuidam do ser humano, e traz o bem- estar a todos. Parabéns ao psiconutri do Brasil

ESCREVA UM COMENTARIO.