HPV é responsável por 99,7% dos casos de câncer

 

O Papiloma Vírus Humano (HPV) é responsável pela doença sexualmente transmitida mais comum do mundo. De acordo com o Instituto de HPV, estima-se que entre 10% e 50% das pessoas sexualmente ativas estejam infectadas com pelo menos um tipo de HPV. O vírus, capaz de infectar a pele e as mucosas genitais, é responsável por 99,7% dos casos de câncer de colo do útero. As principais formas de prevenção contra o HPV são o uso de preservativos e a vacinação.

A ginecologista, obstetra e sexóloga Márcia Rebellato explica que existem mais de 150 tipos de vírus HPV, sendo que 40 deles são responsáveis pelas lesões no pênis e vagina, a exemplo das verrugas genitais, e na cavidade oral. A maioria das infecções é ausente de sintomas. “As relações sexuais sem prevenção são a principal forma de transmissão do vírus. O uso do preservativo é necessário, pois evita uma grande parte das doenças sexualmente transmissíveis. Outra forma de se prevenir é por meio da vacina do HPV, que não tem nenhum tipo de reação, somente um desconforto no local da aplicação”, explicou a médica.

O vírus pode viver no organismo durante décadas e não se manifestar.  Já os tratamentos variam de acordo com a necessidade do paciente. “Pode começar por um tratamento clínico, a base de cremes tópicos, tanto no homem como na mulher. Em outros casos, é necessária a cauterização das lesões e, até mesmo, a cirurgia de colo uterino. A recomendação dos médicos, além do uso de preservativos e vacinação, é a visita periódica ao seu ginecologista de confiança”, disse.

Sintomas

Os sintomas de colo do útero tendem a aparecer depois de um estágio avençado da doença. Podem ser eles:

– Sangramento irregular entre os ciclos menstruais ou após a relação sexual;

– Fadiga, perda de peso e de apetite;

– Desconforto vaginal ou corrimento de odor desagradável;

– Perna Inchada;

– Sintomas mais graves podem aparecer em estágios avançados do câncer de colo de útero.

Fonte: Unimed

Comentarios do Facebook

ESCREVA UM COMENTARIO.